Saude na Internet    Desde 1998

início > Saudável depois dos 60 anos > Eliminar a contaminação interna

Eliminar a contaminação interna


Muitos sofrem de dores de cabeça, problemas estomacais ou outras moléstias para as quais os métodos da medicina tradicional não encontram, nem sua origem, nem a solução.

O pior é que essas moléstias atacam as pessoas como fantasmas do cinema, surpreendendo-as sem que ao menos saibam de onde surgiu a ameaça.

Entretanto, depois de baterias de exames médicos e visitas a especialistas, a esperança de uma possível solução praticamente se acaba.

Segundo o Dr. Martin Weil, Diretor do Hydrozone Institute, em Santiago do Chile, é necessário um tratamento para liberar o organismo de resíduos tóxicos de uma vida rodeada de excessos.

O tratamento, segundo o Doutor, é complementar e busca melhorar a qualidade de vida dos pacientes, através de três métodos básicos:

1. Desintoxicar o corpo,
2. Normalizar o organismo e
3. Equilibrar a nutrição.

Basicamente, o objetivo é aumentar o nível de oxigênio no sangue, e assim, desintoxicar as células do nosso sistema.

O efeito: a melhoria na qualidade de vida e o fim de problemas como o cansaço crônico, insônia, enxaquecas, problemas nervosos, odor corporal, enjôos, falta de concentração, alterações na memória, entre outros.


Os contaminantes

A origem de todas essas moléstias encontram-se, conforme asseguram o Hydrozone Therapy Institute, nos resíduos que se depositam no intestino, produto das dietas alimentares saturadas de gordura animal e quase sem fibras.

Soma-se a isso, o estilo de vida sedentário e o alto nível de estresse da vida atual.

Esses, e outros fatores, permitem que as toxinas, ao invés de serem eliminadas, permanecem no organismo, reduzindo a capacidade do sistema imunológico.

O primeiro passo, logo que o paciente inicia o tratamento, é uma completa avaliação de seu estilo de vida: o que costuma comer, a quantidade de atividade física realizada, histórico médico e hábitos de vida.

Depois, é estabelecido uma série de procedimentos necessários em determinado período de tempo. Segundo o especialista, o efeito já é percebido nas primeiras consultas.


Como isso ocorre?

Os procedimentos adotados na Clínica, busca basicamente aumentar o nível de oxigênio do sangue, desintoxicando assim, as células do sistema.

Os métodos, que o Dr. Martin Weil define como medicina complementar, utilizam ozônio e água de cargas magnéticas. São eles:

Ozôneoterapia: utilizado de duas maneiras; agregando o gás à água duplamente destilada, para lavar as feridas de maneira mais eficaz; ou mesclando o ozônio (O3) com o sangue do paciente, para melhorar sua oxigenação.

Com o aumento do oxigênio no sangue, melhora-se o condicionamento físico, estimula-se o sistema imunológico e favorece a cicatrização das feridas.

Hidroterapia de cólon: introduz-se, com o uso de uma cânula, água límpida, através do ânus do paciente. Com massagens suaves é realizada a limpeza das dobras onde se acumulam as toxinas.

Campo magnético: ondas eletromagnéticas são usadas na busca do reequilibro energético das células. O efeito principal dessa técnica manifesta-se nos músculos e ossos.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 03/02/2001. Última revisão: 15/08/2018
 COLABORADORES 

Redação Saúde na Internet


Dr. Martin Weil é Diretor do Hydrozone Therapy Institute, em Santiago do Chile
todos artigos publicados