Saude na Internet    Desde 1998

início > Saudável depois dos 60 anos > Prós e contras do DHEA

UniEuropa Business School

Prós e contras do DHEA


UniEuropa Business School PUBLICIDADE
Quais os prós e contras do famoso hormônio DHEA para pessoas com mais de 50 anos?

O DHEA (Dihidroepiandrosterona) é um hormônio produzido pelas glândulas supra-renais. Está intimamente ligado aos hormônios sexuais masculinos (testosterona) e aos femininos (estrógeno), pois estimulam sua produção.

O DHEA é produzido em maior intensidade por volta dos 20 anos, vindo a baixar a produção progressivamente com a idade.

Alguns especialistas recomendam a reposição de DHEA a partir dos 40 anos, na tentativa de retardar o envelhecimento. Pois segundo estes médicos, o hormônio teria o poder de aumentar o desejo sexual, a massa muscular, ativar a memória, estimulando inclusive o sistema imunológico.

Como não existem estudos suficientes e conclusivos que possam atestar todas as maravilhas prometidas pelo DHEA não há, ainda, um consenso entre os cientistas.

Para toda prática de reposição hormonal, é necessário que a pessoa se submeta a uma série de exames, a fim de verificar a necessidade da reposição.

Indivíduos com propensão a câncer de próstata, útero, mama e ovários, devem ter cuidados especiais, pois o hormônio pode estimular o crescimento de tumores nesses órgãos.


UniEuropa Business School

Publicado em: 10/11/2007. Última revisão: 20/02/2019
 COLABORADORES 
Maury Braga Maury Braga é Psicólogo Clínico Graduado pela PUCRS - Porto Alegre e Licenciado em Educação Física pela UFRGS - Porto Alegre. CRP: 07/04436.
todos artigos publicados