Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde do jovem > Emagrecer com saúde

Emagrecer com saúde


Todos os dias, assim que acordamos, sentimos aquele incômodo no estômago que nos avisa que precisamos comer.

Porém, nem sempre comemos somente porque precisamos, mas também, pela sensação de prazer que certos alimentos proporcionam.

É com essa sensação que precisamos tomar cuidado.

Quando comemos como um ato de manutenção biológica, o nosso corpo agradece, porém quando excedemos, podemos trazer problemas à saúde e/ou o temido ganho de peso.

O emagrecimento é caracterizado por gastar mais energia que ganhamos.

_Para isso, é fundamental aumentar o padrão de atividade física e restringir o excesso de calorias da alimentação_, explica o Dr. João Carlos Gonçalves Jr, endocrinologista do Hospital Daher.

O Dr. João Carlos dá algumas dicas para melhorar a alimentação e, consequentemente, emagrecer:


1) Organizar os horários:

- Distribuição dos alimentos: iniciar o dia com o desjejum, evitar longos períodos sem se alimentar, porém não beliscar, e ingerir alimentos menos calóricos à noite;

- Qualidade dos alimentos: evitar frituras, carnes gordas, laticínios gordurosos, açúcar, bebidas alcoólicas e massas refinadas e gordurosas. Valorizar as fibras consumindo frutas, verduras e legumes;

- Quantidade de comida: apenas o suficiente para a manutenção.


2) Estruturar o ambiente de preparo da refeição:

Ter o alimento certo, na hora certa e no local certo.

Isto significa se organizar para levar de casa ao local de trabalho ou estudo uma fruta, iogurte ou barrinha de cereal que vai servir de lanche.

Estruturar o local de trabalho para viabilizar boas refeições, ou procurar um restaurante com boa variedade de saladas.


3) Comportamento correto:

- Diferenciar fome e vontade de comer: quando temos fome, comemos qualquer coisa para sobrevivermos. Mas no cotidiano, escolhemos o que vamos comer baseado na memória do prazer alimentar que uma lasanha, pizza ou sorvete nos causam.

Ou seja, juntamos a fome com a vontade de comer.

Mas a fome tem de ser saciada, e as vontades têm de ter limites.


4) Saber controlar os impulsos:

Quem precisa emagrecer não deve comer por impulso, por ansiedade ou por compulsão. Para isso, poderá haver a necessidade de uma terapia.


5) Comportamento social:

Como nossas decisões alimentares muitas vezes se dão na vida social ou familiar, precisamos aprender a conviver sem extrapolar comendo e bebendo excessivamente.

Outro hábito que deve ser eliminado é o de comer muito rápido, pois não permite que o corpo mande a resposta de saciedade.


_Comer bebendo líquidos simultaneamente também não é recomendável. Ter estoque de alimentos calóricos em casa ou na bolsa ou no escritório favorece o seu consumo quando não estamos organizados para ter os bons alimentos acessíveis_, alerta o Dr. João Carlos.

É importante evitar alimentos que não trazem benefícios à saúde como frituras, carnes gordas, laticínios gordos e bebidas alcoólicas, que além de não trazerem nutrientes, atrapalham a perda de peso.

Invista em alimentos que melhoram a sensação de saciedade e têm ação preventiva e/ou protetora contra doenças, como:
- frutas,
- verduras,
- legumes,
- ovos,
- carnes magras,
- laticínios desnatados,
- cereais integrais,
- nozes e castanhas.

Para crianças e adolescentes, evitar longos períodos assistindo TV, jogando videogames e usando o computador, pois esses hábitos podem favorecer a obesidade.

_Comer assistindo TV dificulta o controle da qualidade e quantidade ingerida_, acrescenta o endocrinologista.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 05/03/2013. Última revisão: 01/02/2019
 COLABORADORES 

O Hospital Daher atua a mais de 20 anos e tornou-se um referencial em atendimento em todo o Distrito Federal.
todos artigos publicados