Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da gestante > Olhinhos de choro

Olhinhos de choro


O que fazer quando os olhinhos do recém-nascido lacrimejam em escesso, mesmo sem choro?

Primeiramente, é bom que se saiba que o fato não é preciso entrar em desespero.


Causas

Em geral, isso é conseqüência da obstrução da porção distal do conduto naso-lacrimal, decorrentea da persistência de uma membrana.

Ela está presente apenas no período intra-uterino, a qual situa-se entre o canal lacrimal e sua saída no interior do nariz.

Porém, poderá permanecer após o nascimento, pois sabemos que há relação com a sucção do primeiro choro.

Isto é justamente o que causa o lacrimejamento e prováveis infecções do canal lacrimal.


Tratamento

O tratamento inicial é realizado com massagens na região, realizadas pela mãe.

A massagem consiste em se colocar o indicador sobre os pontos lacrimais para bloquear a saída de qualquer material através do ponto lacrimal.

Então, a partir daí desce o dedo para baixo, deslizando-o sobre a asa do nariz, para causar aumento da pressão hidrostática dentro do saco lacrimal e causar a desobstrução.

Quando houver secreção e infecção, colírios antibióticos têm a sua indicação.

Quando o problema persistir por mais de 30 a 45 dias, já há em alguns casos a indicação de sondagem das vias lacrimais.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 01/04/2003. Última revisão: 11/07/2018
 COLABORADORES 

Redação Saúde na Internet

Dr. Lêoncio Queiroz Neto Dr. Lêoncio Queiroz Neto - Médico Oftalmologista, especialmente interessado em doenças externas oculares, córnea, catarata e cirurgia refrativa.
todos artigos publicados