Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da gestante > Hepatites A e B

Hepatites A e B


PUBLICIDADE
Nomes parecidos, vírus diferentes

Existem atualmente vários tipos de vírus que causam hepatite. Os mais comuns, entretanto, são justamente os vírus da Hepatites A e B.

O nome pode até ser parecido, mas na verdade trata-se de doenças com características bem diferentes. O Brasil, inclusive, é considerado região de risco para essas doenças.


Como ocorre a transmissão das doenças

Hepatite A:

O vírus da Hepatite A ataca o fígado, é altamente contagioso, e pode ser transmitido de uma pessoa infectada para outra e também através da água e alimentos contaminados.

Além disso, o vírus pode sobreviver na superfície de brinquedos, por exemplo, por mais de um mês! Isso faz com que áreas como creches, colégios e praças, por exemplo, possam se tornar verdadeiras áreas de risco.


Hepatite B:

A transmissão do vírus da Hepatite B ocorre através do contato com o sangue contaminado ou da relação sexual sem proteção, com portadores do vírus.



Sintomas da Hepatite

Hepatite A:

Pare se ter uma idéia, a Hepatite A apresenta maior letalidade que a dengue, por exemplo. É reconhecida como uma das causas de insuficiência hepática aguda. A recuperação completa do paciente pode levar meses!

Inicialmente a pessoa pode apresentar cansaço, debilidade muscular, perda de apetite, diarréia e vômito, dores de cabeça, calafrios e febre.

Além disso, após uma ou duas semanas, aparecem os sintomas como a Icterícia (olhos e peles amarelados), fezes claras e urina escura, sendo esses, os aspectos mais característicos da doença.

Em crianças pequenas, ela pode ser assintomática, fazendo com que a criança contagie outras sem tomar conhecimento.


Hepatite B:

A Hepatite B é aproximadamente 100 vezes mais infectante que o vírus do HIV e muitas vezes os portadores do vírus da Hepatite B nem percebem que tem o vírus.

Alguns sintomas da hepatite B podem acabar aparecendo de 4 semanas a 6 meses depois da infecção pelo vírus, podendo ser leves ou mais intensos.
Os sintomas podem ser:
- dor nas juntas
- perda de apetite
- urticária
- urina de cor marrom escuro
- náusea e vômito
- febre
- perda do gosto pelo cigarro (no caso dos fumantes)
- mal-estar geral
- pele e olhos amarelados
- fadiga


Prevenção

A forma mais eficaz, segura e duradoura é através da vacinação. Entretanto, as vacinas para essas doenças ainda não estão disponíveis na rede pública brasileira, somente em clínicas particulares.

A vacinação pode ser realizada separadamente ou através de uma mesma vacina para os dois tipos de Hepatites.

Pacientes com febre devem esperar que a febre passe para serem vacinados.

Outros cuidados podem ser observados na prevenção da Hepatite A, tais como:
- consumo de água potável fervida ou água mineral industrializada,
- limpar bem as verduras e frutas com água limpa,
- evitar o consumo de alimentos de procedência duvidosa e,
- lavar bem as mãos após utilizar o banheiro.

Como a Hepatite B é uma doença sexualmente transmissível – DST - aconselha-se sempre o uso de preservativos na relação sexual.

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 31/05/2009. Última revisão: 22/12/2014
 COLABORADORES 

Redação Saúde na Internet

 PARA SABER MAIS 
WHO – World Health Organization. Department of Communicable Disease Surveillance and Response. WHO/CDS/CSR/EDC/2000.7.
American Liver Foundation. ALF Policy Statement on Hepatitis A
Ferraz MLG, Matos CAL. Hepatite A
Bell BP. Feinstone SM. Hepatitis A vaccine.
Brasil, Ministério da Saúde. Secretaria da Vigilância em Saúde.