Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da mulher > Pneuzinhos: sinal de um corpo não muito saudável

Pneuzinhos: sinal de um corpo não muito saudável


Inimigo número um dos tomadores de chope e cerveja, os famosos pneuzinhos fazem parte de uma criteriosa avaliação em educação física, conhecida como medidas antropométricas.

Nela, são avaliadas todas as medidas do corpo humano que estejam relacionadas com a composição corporal, como os perímetros, diâmetros, alturas e dobras cutâneas.

Alguns estudos demonstram que, acima de um determinado índice de gordura suprailíaca, e outras dobras cutâneas, como a abdominal e supra-espinhal, aumenta muito o risco de doenças cardiovasculares e a incidência de complicações como arteriosclerose.

Já sabemos que estes pneuzinhos não são um sinal de boa saúde, ainda mais se eles aumentarem gradativamente, fazendo com que não se perceba o seu avanço e não ocorra uma mudança no hábitos de vida.

A melhor maneira de combater os famosos pneuzinho é realizar caminhadas de 1h a 1h30, diariamente, num ritmo entre 65 e 85% da freqüência cardíaca máxima, e optar por uma alimentação saudável e pobre em gorduras, os grandes vilões da arteriosclerose.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 22/04/2000. Última revisão: 23/04/2018
 COLABORADORES 
Newton Bittencourt dos Santos Newton Bittencourt dos Santos é graduado em Educação Física e especialista em Medicina e Ciências do Esporte pela UFRGS - Porto Alegre. Filiado à IAAF (Federação Internacional de Atletismo Amador).
todos artigos publicados

 PARA SABER MAIS 
LEON, A. et alii (1979) - Effects of a vigorous walking program on body composition, carbohydrate and lipid metabolism of obese young men.
American Journal of Clinical Nutrition, 32, 1776-1787
POLLOCK, M. et alii (1971) Effects of walking on body composition and cardiovascular function of midle-aged men.
Journal Applied Physiology, 30, 126-130
SHEPARD, Roy J. (1989) - Exercise and lifestyle chance.
British Journal Sports Medicine. 23 , 11-21