Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde do jovem > Suplementação Alimentar para Atletas

Suplementação Alimentar para Atletas


Pesquisadores e fisiologistas russos, foram os primeiros a definir que uma quantidade extra de carboidratos era necessária para atividades físicas exaustivas que depletassem as reservas de glicogênio do corpo. Muitas dessas pesquisas foram realizadas em função da necessidade do aumento da resistência física à fadiga de soldados durante a segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Parte desses resultados foram incorporados aos estudos sobre fisiologia do exercício e do que conhecemos hoje por "Dieta Pré Maratona" ou "Maximização do glicogênio muscular".

Esses recursos são usados por atletas que participam de competições esportivas de longa duração (acima de 1 hora e 30 minutos) como: maratonas, travessias a nado em mar aberto, triathlon, etc .

Os suplementos alimentares começam a ser pesquisados pelos fisiologistas dos Estados Unidos a partir dos anos 70 com o objetivo de aumentar a resistência física dos jogadores de Football norte-americano. O primeiro suplemento comercializado recebeu o nome de Gatorade (Gators+aid) em homenagem ao famoso time de futebol norte-americano chamado Gators o qual se adicionou a palavra aid que significa auxílio.

A indicação mais adequada em relação a substituição do uso de suplementos alimentares é manter uma alimentação equilibrada e variada, ingerindo alimentos naturais e de boa qualidade como frutas, verduras, legumes. Evitar vícios como o abuso de álcool e cigarro que além de prejudicar a performance dos atletas, acabam roubando muitas vitaminas provenientes de sua alimentação e que deveriam ser absorvidas pelo organismo.

Para os atletas que gastam mais do que 2.900kcal/dia durante o treino, é conveniente fazer suplementação alimentar pois as exigências do esforço físico são grandes. Porém, é necessário a supervisão de um(a) nutricionista especializado para uma orientação segura e sem riscos a saúde. Um check-up clínico é conveniente a fim de que sejam afastadas quaisquer probabilidades de queda de rendimento por problemas clínicos ou outros problemas provenientes de uma má alimentação.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 01/12/2000. Última revisão: 24/04/2018
 COLABORADORES 
Newton Bittencourt dos Santos Newton Bittencourt dos Santos é graduado em Educação Física e especialista em Medicina e Ciências do Esporte pela UFRGS - Porto Alegre. Filiado à IAAF (Federação Internacional de Atletismo Amador).
todos artigos publicados

 PARA SABER MAIS 
COSTILL, D. e WILMORE, J.K. PhD Physiology of Sport and Exercise. Human Kinectics Publishers. EUA, 1994