Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da mulher > Sexualidade feminina

Sexualidade feminina


[Saúde na Internet]
Por que algumas mulheres têm dificuldade em atingir o orgasmo através da penetração vaginal, atingindo-o somente com a estimulação clitoriana?

[Dr. Xavier Conesa]
A genitalidade feminina, assim como a masculina, é mais sensível a medida que se "distancia" do nosso corpo. Isso equivale a dizer que para os homens há uma sensibilidade maior na ponta do pênis, e vai diminuindo a medida que se aproxima da raiz do mesmo, ocorrendo igualmente com as mulheres.

As ramificações nervosas encarregadas do prazer feminino, situam-se principalmente no clitóris (parte mais externa), e vão perdendo sensibilidade à medida que se aproximam do interior da vagina. Digamos que "quanto mais interno", menor a sensibilidade e "quanto mais externo", maior a sensibilidade.

A sexualidade feminina é muito mais complexa que a masculina. Evidentemente, a pergunta de um milhão de dólares é: "Por que as mulheres desejam a penetração, se com a estimulação clitorial desfrutam mais?" Aqui intervém a subjetividade de cada mulher, "necessito sentí-lo dentro", responderam. A penetração, tem sobre as mulheres um componente afetivo / emocional de difícil compreensão para os homens.

Com freqüência tem se relacionado a carência de orgasmo vaginal com a imaturidade, mas cada vez mais psicólogos não concordam com esse aspecto.

Existem explicações neurológicas para a falta de sensibilidade vaginal: trata-se de um problema de sensibilidade nas ramificações nervosas. Há ainda outras explicações psicológicas ligadas à aprendizagem do prazer, além de explicações mais profundas, mas inconscientemente ligadas à subjetividade de cada mulher.

Certamente a porcentagem de mulheres que não conseguem o prazer orgásmico através da penetração é altíssimo, sem que isto tenha que ser visto necessariamente como um problema. A sexualidade é, quem sabe, o item mais peculiar da conduta humana, onde não há normas nem pautas.

Finalmente, muitas mulheres relatam que o orgasmo via vaginal é possível na medida que ocorra por sua vez, a fricção do critóris.


Publicado em: 01/08/1999. Última revisão: 31/10/2018
 COLABORADORES 

Dr. Xavier Conesa. Formado em Psicologia y Sexologia pela Universidade de Barcelona. Diretor do "Centro Psicológico y de Especialidades" de Barcelona na Espanha.
todos artigos publicados