Saude na Internet    Desde 1998

início > Saudável depois dos 60 anos > A energia das agulhas

A energia das agulhas


Imaginar que as dores podem ser curadas produzindo-se ainda mais dor pode ser inconcebível para a industria de anestesias e cuidados intensivos da medicina ocidental.

Entretanto, outras culturas desenvolvem seus conhecimentos de maneira distinta.

Assim ocorre com a milenar medicina chinesa que, segundo o especialista chileno Osvaldo Ruiz, enfoca-se principalmente sobre a prevenção de enfermidades. Agrega que, na China, ainda existem povos onde os habitantes pagam um tributo mensal para permanecer saudáveis e deixam de pagar ao médico quando a doença aparece.

Um dos métodos de prevenção utilizado por essa medicina é justamente a acupuntura, técnica que após identificar os canais por onde fluem a energia do corpo, ocupa-se em estimular esses pontos com o objetivo de manter ou restabelecer o equilíbrio natural.

Essa energia é denominada de Qui (pronuncia-se Chi) e percorre o corpo formando caminhos energéticos – chamados meridianos – que conectam órgãos específicos e tem certos pontos que funcionam como estações de trem, onde concentram-se a energia.

São esses pontos que são estimulados por meio das agulhas da acupuntura. Essa técnica reconhece mais de 300 pontos e estabelece que o caminho, ou meridiano, mais curto tem 9 pontos, enquanto que e o mais largo 67.


A energia interna

Há séculos, a acupuntura na China era realizada com agulhas de bambu, espinhas de peixe e, inclusive, agulhas feitas de pedra muito mais largas do que as adaptações realizadas pela cultura ocidental.

Atualmente, as finíssimas agulhas que são introduzidas nos pontos específicos, para estimular a energia, não produzem dor mas, segundo o especialista, objetiva eliminar dores musculares ou todos aqueles derivados de desequilíbrios do sistema nervoso.

Claro que, a acupuntura não é a totalidade da medicina chinesa que também inclui massagens, fitoterapia (medicina com ervas) e outros tratamentos preocupados em manter o equilíbrio natural.

A idéia é restabelecer uma ordem natural que tenha sido afetada. A enfermidade, então, é um elemento alheio ao corpo que, devido a falta de equilíbrio deste, pôde entrar no sistema.

A acupuntura, através da estimulação pelas agulhas, regula as duas energias que buscam o equilíbrio mas, de nada serve o esforço se não é cultivado hábitos de vida saudáveis que impeçam o ingresso de novas doenças.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 03/02/2001. Última revisão: 29/12/2018
 COLABORADORES 

Jornalista Miguel Valdívia - especial para a Saúde na Internet


Osvaldo Ruiz – professor e licenciado em medicina tradicional chinesa na Universidade de Zhejiang, na República Popular da China
todos artigos publicados