Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da família > Como dormir mais e melhor

Como dormir mais e melhor


Vá para a cama e acorde aproximadamente todos os dias no mesmo horário.

Garanta que suas condições, incluindo sua cama, são tão confortáveis quanto possível.

Vista roupas largas e confortáveis para dormir e mantenha o quarto escuro.

Mantenha o quarto o mais silencioso possível. Se você não conseguir bloquear ruídos externos, abafe-os com um som interno familiar, como o de um ventilador.

Evite deitar com fome. Um lanche leve (por exemplo, leite morno) pode ajudar.

Evite a ingestão de bebidas alcoólicas antes de dormir.Quando o álcool é eliminado durante a noite, você poderá sofrer períodos de despertar.

Evite muita estimulação mental durante aproximadamente 1h antes de dormir. Escute música, leia uma leitura leve, não discuta as finanças da família, nem termine seu trabalho de escritório.

Evite usar o seu quarto para trabalhar ou assistir televisão. Aprenda a associar o quarto com o sono.

Se você não consegue adormecer, levante e procure uma atividade relaxante, como ler ou fazer trabalhos manuais, até que você sinta sono.

Evite sonecas diurnas, que tendem a fragmentar o sono noturno.

Evite todas as bebidas que contém cafeína após o meio dia (café, chá preto, refrigerantes)

Tente fazer algum exercício durante o dia, como caminhadas regulares e andar de bicicleta. Evite exercícios vigorosos antes de dormir.

Problemas do sono podem indicar ansiedade, depressão e outros distúrbios clínicos e psicológicos. Diagnóstico e tratamento adequado da causa de base são de importãncia fundamental.

Medicamentos para dormir devem ser usados com cautela, sempre com indicação médica.

Alguns medicamentos têm efeito prolongado e prejudicam a capacidade para dirigir. Exija orientações claras para o uso adequado.

Medicamentos para dormir devem ser usados apenas durante o tratamento a curto prazo da queixa do sono. O uso crônico (toda noite) geralmente é ineficaz após algum tempo. Não se automedique ou aumente independentemente as doses prescritas. Se você sentir que sua medicação está perdendo o efeito, procure o seu médico.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 01/10/1999. Última revisão: 10/07/2018
 COLABORADORES 
Dra. Marta Maria Spohr Diefenthaeler Marta Maria Spohr Diefenthaeler é formada pela Faculdade Católica de Medicina do Rio Grande de Sul - Porto Alegre. Curso de Pós-graduação em Geriatria pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Porto Alegre. Cremers: 3918
todos artigos publicados