Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da gestante > Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia alerta que 15% das mulheres ainda fumam durante a gravidez

Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia alerta que 15% das mulheres ainda fumam durante a gravidez


O consumo de tabaco durante a gestação é uma das principais causas passíveis de prevenção de complicações na gravidez, tanto para a mãe quanto para o feto.

Este é um problema de saúde pública, já que o fumo é uma das drogas mais frequentes usadas por gestantes e a associação entre o hábito e complicações na gravidez e formação fetal está documentada na literatura médica há mais de 50 anos.

A Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Rio Grande do Sul (Sogirgs) alerta para o problema, pois pelo menos 15% das mulheres insistem no uso da droga enquanto grávidas.

- O motivo para esta insistência é, principalmente, a falta de informação sobre os malefícios do cigarro durante a gestação. Resumidamente, a droga restringe o crescimento fetal e aumenta o risco de algumas intercorrências graves, como o descolamento de placenta, por exemplo - alerta a ginecologista e obstetra,
Janete Vetorazzi.

A nicotina atravessa a placenta da mãe fumante e circula no feto em níveis 15% maiores do que o sangue materno. O cigarro possui 4.000 componentes químicos, cuja repercussão na gravidez não é conhecida.

Substâncias como o monóxido de carbono e a cianida, respectivamente, reduzem o aporte de oxigênio para o bebê em formação e a concentração de vitamina B12, fundamental para o crescimento saudável.

Além de abortos espontâneos e concepção de natimortos, o peso baixo e a prematuridade são desfechos cotidianos entre as gestações de mães viciadas em tabaco.

De acordo com o número de cigarros consumidos por dia, o feto corre riscos de sofrer redução da circunferência craniana, malformações craniofaciais, síndrome da morte súbita infantil, asma brônquica, infecções respiratórias repetidas, distúrbios do
comportamento, atraso no desenvolvimento neurológico, transtorno do déficit de atenção, hiperatividade e cardiopatias.

Redação: Rafael Dias Borges
Coordenação: Marcelo Matusiak
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 13/07/2018. Última revisão: 13/07/2018
 COLABORADORES 

PlayPress Assessoria de Imprensa
todos artigos publicados


Redação Saúde na Internet

 PARA SABER MAIS 
PlayPress Assessoria de Imprensa
Rua Umbu, 168 / 507 - Passo da Areia
CEP 91350-100 - Porto Alegre - RS - Brasil
Fones: (51) 3361.6016 / (51) 8536 0690 / (51) 8536 0691 / (51) 9865 8868