Saude na Internet    Desde 1998

início > Saudável depois dos 60 anos > Yoga (Ioga), milenar porém atual

Yoga (Ioga), milenar porém atual


Quando se fala em Yoga, a primeira idéia que vem à cabeça, é a de um iogue sentado em postura meditativa, entoando o mantra OM. Isso pode ser comparado a nós assistirmos um filme começando pelo fim ou iniciarmos o jantar pela sobremesa. É muito mais abrangente.Trata-se de toda uma filosofia de vida.

Símbolo da milenar cultura indiana e à princípio em nada se parecendo com nossa cultura, a base da Yoga se apresenta cada vez mais atual e adequada aos nossos tempos, pois ela se fundamenta em princípios éticos, comportamentais, higiênicos e existenciais, tão claros e verdadeiros que na maioria das vezes nos parecem complicados e confusos.

Yoga quer dizer união, do corpo, da mente e do espírito e o primeiro passo é preparar o corpo (Hatha Yoga), para termos condições de disciplinar nossa mente e emoções e por fim evoluir o espírito através da meditação.

Os benefícios são enormes e muitos até semelhantes à de outras modalidades de atividade física e esportivas, como a melhora na circulação, mobilidade das articulações, tonificação muscular e bem estar físico e mental. Já outros são mais específicos, como a correção postural, aumento da flexibilidade e harmonia nos movimentos, além de sensível melhora da coordenação motora.

A Hatha Yoga é indicada para qualquer pessoa que se identifique com o estilo de aula (o que pode variar muito também, de acordo com o professor e a linha). Alongamentos (posturas), exercícios respiratórios, movimentos conscientes e relaxamento auxiliam qualquer pessoa a melhorar muito seu auto-conhecimento e a diminuir o estresse.

Acima de tudo o importante é ativar e captar energia vital para que tenhamos nosso sistema imunológico sempre fortalecido.

No tocante à parte espiritual, vale ressaltar que a meditação é uma prática poderosa e mais necessária que nunca. Basta reservarmos alguns minutos por dia, sentar em um lugar tranqüilo e silencioso, utilizando a respiração para diminuir a atividade mental (pensamentos) e nos voltarmos para dentro de nós mesmos, em sintonia com a energia cósmica, o que acalma e proporciona uma agradável sensação de paz. Falando assim parece fácil, não é, mas se persistirmos, com o tempo sentiremos os efeitos.

A memória e a concentração melhoram, nossa percepção fica mais aguçada e retomamos aos poucos o contato com nosso verdadeiro ser, impedindo que caminhemos como cordeiros à mercê dos acontecimentos da vida, totalmente vulneráveis a fatores externos, o que só nos causa sofrimento.

Num mundo globalizado e competitivo como o nosso é fundamental que tenhamos a rédea, pelo menos, sobre nós mesmos e nossa vida.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 01/12/1999. Última revisão: 23/04/2018
 COLABORADORES 

Carmen Kuasne - jornalista e profª de Yoga - Graduada jornalista, tendo atuado como repórter de TV (Bandeirantes e Record) e participado como assistente de produção do longa-metragem Tanga, do cartunista Henfil. Durante toda década de 90 dedicou-se ao conhecimento e trabalho em Yoga e terapias corporais.
todos artigos publicados