Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde do homem > Reversão da Vasectomia

Reversão da Vasectomia


A Vasectomia, técnica de esterilização masculina, é uma intervenção cirúrgica que interrompe os condutos que transportam os espermatozóides, impedindo que eles sejam ejaculados.

Ainda que os candidatos à vasectomia devam preencher alguns requisitos (união estável, mais de 35 anos de idade, pelo menos dois filhos com mais de um ano de idade), é relativamente comum o “arrependimento” e a tentativa de reversão da Vasectomia, depois de um certo tempo.

A vasectomia é reversível, embora a cirurgia para a reversão (recanalização dos condutos deferentes) seja mais complicada e trabalhosa que a esterilização.

Segundo o Dr. Cálide Soares Gomes, Titular da Sociedade Brasileira de Urologia, “a reversibilidade é tão mais exeqüível e provável quanto mais cedo se promove a recanalização dos cabos dos condutos deferentes.
Os melhores resultados ocorrem se a recanalização for feita até cinco anos após a realização da vasectomia.”

É muito mais fácil fazer do que desfazer, embora seja possível a reversão e a possibilidade de novamente ser fértil.

"A reversão da vasectomia não garante o retorno da fertilidade em todos os pacientes, por motivos apenas parcialmente compreendidos pela Medicina”, acrescenta o doutor.


Publicado em: 11/11/2000. Última revisão: 07/10/2017
 COLABORADORES 

Redação Saúde na Internet

Dr. Cálide Soares Gomes Dr. Cálide Soares Gomes - Urologista formado em Medicina pela UFMA, 1982, com residência médica em Urologia, HMSA, Rio de Janeiro-RJ. Titular da Sociedade Brasileira de Urologia. Efetivo da Confederacion Americana de Urologia. Efetivo do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Professor da Disciplina de Urologia da UFMA. CRM:3011
todos artigos publicados