Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da família > Quando operar crianças com orelhas de abano?

Quando operar crianças com orelhas de abano?


Essa é primeira pergunta feita pelas mães quando percebem que seu filho apresenta suas orelhas mais afastadas da cabeça que o normal. Elas ficam aflitas com os comentários feitos sobre o problema e temem retardar demais a cirurgia.

A maioria delas gostaria de que seus filhos fossem operados ainda pequenos para evitar os comentários das outras crianças na escola.

As crianças com orelha em abano podem ser operadas a partir dos 7 anos de idade, época em que os pavilhões auriculares já estão com sua forma e tamanho bem definidos.

A cirurgia para corrigir esse problema chama-se otoplastia e demora 1 a 2 horas, dependendo do tipo de correção necessária. Pode ser feita sob anestesia local ou geral e essa decisão é tomada após conversarmos com a criança. Geralmente as crianças que já se sentem incomodadas com o problema cooperam bastante mesmo sob anestesia local, o que nos faz preferir esse método.

A cooperação da criança é muito importante no pós-operatório, pois o resultado dependerá dela utilizar um curativo grande por cerca de uma semana e depois utilizar uma faixa elástica sobre as orelhas por 2 meses (24 hs por 1 mês e depois somente à noite). Essa faixa vai manter a orelha na posição adequada durante a cicatrização, prevenir esbarrões de outras pessoas ou que a criança durante o sono realize movimento que forcem o local da cirurgia.

Voltano à questão da idade, também não se deve esperar demais para realizar a cirurgia, pois com a idade a cartilagem da orelha torna-se menos maleável e a chance do problema voltar é maior. O ideal é da idade pré-escolar até o final da adolescência.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 01/07/2000. Última revisão: 07/07/2018
 COLABORADORES 

Dra. Ivone Duarte é médica graduada pela UNIFESP - EPM - com residência médica nas áreas de cirurgia geral e plástica. Mestrada em Cirurgia Plástica peça UNIFESP - EPM.
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Sócia Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Craniomaxilofacial. Membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

todos artigos publicados