Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da família > Novas vacinas, novas esperanças

Novas vacinas, novas esperanças


Podemos dividir basicamente parte da medicina preventiva, entre antes e depois do advento das vacinas. A taxa de mortalidade e morbidade em todos os países, que delas fazem uso, caiu drasticamente.

O serviço de saúde governamental, oferece gratuitamente uma série de vacinas, como: BCG (Tuberculose), Sabin (Gotinhas contra a Paralisia Infantil.), Tríplice (Difteria, Tosse Comprida e Tétano), Sarampo, MMR (Reforço contra o Sarampo, mais Caxumba e Rubéola), e recentemente apenas para crianças menores de um ano, a vacina contra a Hepatite do tipo B e Anti-Hemofilos tipo B.

Além destas vacinas, chamadas “do posto de saúde”, existem algumas que são de grande importância, mas pelo seu custo mais elevado, não são difundidas o quanto deveriam ser.

São elas:

Vacina Anti-Hemofilos - Contra o principal causador de meningites e epiglotites em crianças até os cinco anos de idade.

Vacina Anti-Hepatite B - Contra o causador da infecção do Fígado pelo vírus do tipo B, que é transmitido pelo sangue (transfusões, drogas injetáveis, via placenta, etc) e sêmen (contato sexual). É muito grave, podendo causar: Cirrose, Câncer de Fígado e levar à morte.

Vacina Anti-Hepatite A - Contra o causador da Infecção do Fígado pelo vírus do tipo A, que é transmitido pelas fezes e urina principalmente. É grave, de fácil transmissão, e ainda deixa a criança incapacitada de ir à escola. Pode levar a complicações se não tratada adequadamente.

Vacina Anti-Varicela - A Varicela ou Catapora, é uma doença viral, altamente transmissível e apesar de habitualmente não levar a complicações graves, impede a criança de freqüentar a escola, e se em época de provas, causa grandes aborrecimentos.

Vacina Anti-Gripe - É uma vacina polivalente contra o vírus Influenza, que a cada ano é acrescida de novas cepas. Pode ser utilizada tanto para crianças como para adultos de qualquer idade.

De qualquer forma, informe-se com seu(ua) pediatra, para que passemos a usar a prevenção, como forma de proteção de nossos filhos e também daqueles a quem queremos bem.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 01/08/2000. Última revisão: 20/11/2018
 COLABORADORES 
Dr. Carlos Patara Dr. Carlos Patara - médico graduado pela Universidade São Francisco em bragança Paulista S.P - Especialista em Pediatria pela SBP. Instrutor de reanimação Neonatal pela American Academy of Pediatrics e SBP. Atua como Médico Pediatra do Corpo Clínico Serviço de Pediatria e Puericultura do Hospital Novo Atibaia - Atibaia – SP
CRM:60.871

todos artigos publicados