Saude na Internet    Desde 1998

início > Saúde da gestante > Como escolher o brinquedo mais adequado para crianças

Como escolher o brinquedo mais adequado para crianças


O Dia das crianças, comemorado no Brasil em 12 de outubro, é uma das datas mais aguardadas do ano pelos pequenos.

Tanta expectativa tem explicação: os presentes, principalmente brinquedos e jogos.

Eles são fundamentais para o desenvolvimento infantil, mas também podem representar riscos sérios para as crianças quando não adequados.

Por isso, os pais devem estar atentos na hora de escolher o que presentear os filhos.

Cuidados como respeitar a indicação etária na embalagem do brinquedo, verificar o selo do Inmetro e o tamanho das peças que integram os jogos ajudam a fazer com que as brincadeiras sejam mais seguras.

“No Brasil, acidentes são importante causa de morte de crianças com idades entre um e 14 anos; e mais: para cada óbito, outras quatro vítimas têm sequelas permanentes”, informa a pediatra Cristina Ortiz, diretora médica do Prontobaby – Hospital da Criança.

Embora não seja possível determinar quantos desses acidentes resultam diretamente de lesões com brinquedos, sabe-se que o número é alto e que a maior parte está relacionada à queda ou ao engasgo.

Nos Estados Unidos, por exemplo, mais de cem mil crianças menores de 14 anos são atendidas, anualmente, devido a acidentes com brinquedos.

Por isso, para garantir que este Dia das Crianças seja só de alegrias, ninguém precisa desmarcar o programa no parque com os brinquedos novos.

Medidas básicas preventivas no momento da escolha e do uso minimizam significativamente os riscos de acidentes.

A supervisão constante de um adulto durante as brincadeiras também é essencial.

Aqui vão algumas dicas da diretora médica do Prontobaby Hospital da Criança:

- Brinquedos devem ser apropriados à idade e ao nível de habilidade da criança. O ideal é sempre seguir a indicação etária do fabricante do produto.

- É fundamental conferir o selo do Inmetro comprovando que o brinquedo passou por testes de segurança e qualidade. “Não compre brinquedos sem certificação. Produtos irregulares oferecem riscos às crianças”, alerta Cristina Ortiz.

- Jogos com peças pequenas e partes destacáveis podem levar a casos de engasgo e sufocação e não são recomendados em nenhuma hipótese para os menores de três anos. Jogos com tintas também não são indicados.

- As correntes e “cordinhas” dos brinquedos não devem medir mais de 15 cm, por causa do risco de estrangulamento. Esse cuidado deve ser observado principalmente para crianças de até seis anos.

- Os materiais usados na fabricação de brinquedos não devem ser tóxicos. Mesmo assim, os pais devem ensinar que um brinquedo nunca pode ser colocado na boca.

- Bicicletas, patins e skates, os conhecidos “brinquedos de velocidade”, devem vir acompanhados dos itens essenciais de segurança como capacete, joelheira e luvas. “Ao presentear a criança com esses equipamentos, o adulto pode aproveitar para falar da importância de se divertir de maneira segura”, aconselha Cristina.


Como agir em casos de acidentes


Mesmo observando todos os cuidados destacados acima e contando com a supervisão constante de um adulto, a criança, ainda assim, pode se acidentar durante uma brincadeira; e nesse caso é fundamental saber como agir.

A diretora médica do Prontobaby recomenda que o pediatra seja acionado imediatamente para que as orientações corretas sejam passadas.

Por exemplo, quando uma criança engole a peça de um jogo, ela deve ser levada para o atendimento médico, pois pode ser necessário retirar o objeto por endoscopia.

“Quanto mais rápido o atendimento, mais eficiente ele será e menores serão também as possibilidades de sequelas”, resume Cristina Ortiz.
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

Publicado em: 30/09/2011. Última revisão: 01/10/2018
 COLABORADORES 

Camila Batista - Ricardo Machado Comunicação
todos artigos publicados


Prontobaby – Hospital da Criança é o único hospital dedicado ao atendimento exclusivamente pediátrico na Tijuca (Zona Norte da capital carioca).
todos artigos publicados